Os estudantes baianos Allisson Pierre Lino Gomes, Diego Feitosa Cavalcanti, Flávia Francisca de Souza Sampaio e Paulo Victor Sobrinho de Jesus foram os grandes vencedores do Desafio Universitário Empreendedor, que foi encerrado nesta terça-feira (2) à noite, no Sebrae Nacional. A equipe da Bahia se destacou entre os mais de 100 participantes da etapa final da competição, que busca estimular competências empreendedoras entre alunos de universidades de todo o Brasil.

Emocionada, Flávia Sampaio disse que dedicava a vitória ao filho de 8 anos. “De manhã faço estágio, de tarde trabalho, à noite estudo e ainda tenho de me dedicar ao meu filho e à casa. Mesmo assim, valeu muito a pena e recomendo a participação a todos”, afirmou, destacando a experiência e o conhecimento acumulados durante a competição.

Além de boas notas nas atividades desenvolvidas desde a última sexta-feira (28), quando teve início a etapa final do Desafio Universitário Empreendedor, em Brasília, a equipe da Bahia fez a melhor apresentação de ideia de negócios para uma banca de jurados, formada por investidores e especialistas em empreendedorismo. Os baianos apresentaram a proposta de criar uma plataforma para ajudar crianças, entre 3 e 8 anos, com dificuldades de alfabetização.

“Pensamos em uma plataforma divertida e interativa onde as crianças pudessem dizer uma palavra, visualizar uma imagem de seu significado e, em seguida, as sílabas corretas dessa palavra”, explica Paulo Victor, um dos premiados.

“O jovem que se qualifica nessa interação do Desafio desenvolve habilidades em gestão, empreendedorismo e inovação. Todos os estudantes presentes na etapa final da competição são vencedores”, ressaltou o diretor-técnico do Sebrae Nacional, Carlos Alberto dos Santos, que agradeceu a parceria com instituições de ensino e professores para fortalecer a participação de universitários.

“O desempenho dos estudantes mostra que esse projeto vale a pena”, afirmou Olívia Castro, gerente-adjunta de Capacitação Empresarial do Sebrae e gestora nacional do Desafio. Entre 2000 e 2012, o Sebrae promoveu o Desafio Sebrae, um jogo empresarial que simulava a gestão de uma empresa. Em 2013, a competição mudou de nome para Desafio Universitário Empreendedor e passou a ter um novo formato, agora oferecendo jogos empresariais e cursos online e presencial.

A cerimônia homenageou Romildo Lisboa, do curso de Administração, da Faculdades Integradas do Vale do Iguaçu (Uniguaçu), do Paraná, por ter sido o professor com maior número de indicações de estudantes participantes do Desafio. Também foi homenageada a Universidade Potiguar (UnP), no Rio Grande do Norte, que teve o maior número de universitários na competição em 2014.

A premiação contou com palestra de Ângelo Brandini, dos Doutores da Alegria, que divertiu e inspirou a plateia sobre como transformar dificuldades em boas ferramentas de trabalho. O grupo, que completa 23 anos este ano, atua em 20 hospitais de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife para melhorar a realidade de crianças internadas. “O palhaço é especialista em transformar obstáculos em recursos. Nosso trabalho reúne técnica e emoção para tirar a criança internada da passividade para que ela volte a ser criança”, afirmou.

A cerimônia foi transmitida ao vivo, pelo apresentador Cazé Pecini, no canal do Desafio Universitário Empreendedor no Youtube (www.youtube.com/duesebrae). No espaço virtual estão reunidos vídeos com boletins de cada dia da etapa final da competição.